Hey Mentes Inquietas, tudo bem com vocês?!
Hoje eu vim falar de assunto que eu não costumo abordar muito por aqui no blog que é beleza. Neste post eu vou mostrar a minha pequena coleção de batons matte e fazer uma mini resenha de cada um deles!
E se você ainda não aderiu a moda dos batons matte e não está podendo investir em um por agora eu vou ensinar a fazer um com ingredientes que com certeza você tem em casa!
  • Ultra Matte Avon Rosado | R$25,00 – Esse batom me chamou a atenção pela propaganda que prometia um batom matte confortável e ao mesmo tempo de longa duração. Antes de dar a minha opinião, já tenho que deixar bem claro a minha teoria de batons em bala matte não tem uma duração tão longa assim. Dito isto, este batom ele apenas tem a aparência matte, mas transfere muito. Sobre o fato de ser confortável, ele é mesmo.  Mas se você quer um batom de longa duração, é melhor guardar seus 25 reais para um batom líquido.
  • Eudora Soul Rosa Por do Sol | R$17,90 – Esse foi o primeiro batom em bala matte que comprei e mesmo ele sofrendo o problema do batom anterior, eu gosto muito dele.  A sensação de matte é maior, ou seja, ele é mais sequinho. Só que felizmente ele transfere o mesmo tanto que o Ultra Matte.
  • Ricosti Charme | R$18,00 – O que falar dessa maravilha?! Só elogios! A cor dele me agrada muito por ser um escuro meio blasé. O uso bastante em maquiagens que quero uma boca neutra, mas não nude. A durabilidade dele é de duas horas mais ou menos, se você não falar tanto como eu talvez ele dure mais haha’
  • Dailus Pro | R$23,00 – Eu adoro essa cor de batom mesmo não sabendo o nome! Ele me lembra muito a textura e a cobertura da Ricosti. Em alguns lugares o batom da Dailus é mais caro, então se quer uma qualidade parecida por um preço menor, invista no da Ricosti!
  • Max Factor 20U – Esse foi o primeiro batom matte que ganhei e eu estranhei muito pela cor, mas isso foi antes da moda de batons escuros e marrons surgir. Ele é extremamente seco e a cobertura é excelente. Se passar umas duas camadas como eu costumo fazer, ele dura muito, acho que o dia todo! (Eu ganhei de uma pessoa que mora no exterior, não sei se vende no Brasil :/)
Na imagem abaixo vocês podem conferir o teste de transferência que fiz com cada batom.
DICA: Mentes Inquietas, uma dica maravilhosa para tirar aquele batom matte que não sai nem por reza braba (Sim, Max Factor, é de você que to falando!) é passar um pouco de lip balm por cima do batom e ir retirando com papel higiênico ou um lenço de papel. Sai tudinho!
E agora chegou a hora da verdade! Como fazer um batom matte com produtos que com certeza você tem em casa!
Você vai precisar de um batom cremoso, o que estou usado é o Carmim da Color Trend da Avon. O comprei em uma promoção por R$5,99! Vai aplicá-lo normalmente nos lábios, se quiser uma cor mais viva é só passar um pouco de base ou corretivo nos lábios antes de aplicar o batom.
Depois com um pincel ou uma esponjinha vai depositar um tanto de maisena. Isso mesmo! O famoso amido de milho será nosso aliado! Dá para fazer também com pó translúcido, mas com a maisena fica bem mais barato!
E tcharam! É só retirar o excesso com cuidado e curti o seu batom matte caseiro!
Então é isso, Mentes Inquietas!
Espero que tenham gostado e se você é viciado(a) em batom matte assim como eu comenta aqui embaixo!
Até o próximo post, beijokas :-*

Hey Mentes Inquietas, tudo bem com vocês?! 
Hoje eu vim resenhar um livro que me surpreendeu muito! 
O primeiro contato que tive com este livro foi na Turnê Intrínseca deste ano. Quando os apresentadores contaram a sinopse do Temporada de acidentes eu não me interessei muito. Parecia apenas mais um livro de suspense. Mas ao ganha-lo no aniversário de Três Anos do Clube do Livro eu fiquei bem empolgada ao ler e não me arrependo, já que amei tanto este livro que acabou entrando na minha lista de favoritos! 
Mas vamos parar de blá blá blá e vamos conhecer mais deste livro maravilhoso e o que eu achei dele?! 
Livro: Temporada de Acidentes 
Autor(a): Moira Fowley-Doyle
Editora: Intrínseca
Lançamento: 2016
Páginas: 256
Sinopse: Guardem as facas, protejam as quinas dos móveis, não mexam com fogo. 
A temporada de acidentes vai começar.
Acontece todo ano, na mesma época. Todo mês de outubro, inexplicavelmente, Cara e sua família se tornam vulneráveis a acidentes. Algumas vezes, são apenas cortes e arranhões. Em outras, acontecem coisas horríveis, como quando o pai e o tio dela morreram. A temporada de acidentes é um medo e uma obsessão. Faz parte da vida de Cara desde que ela se entende por gente. E esta promete ser uma das piores. 

No meio de tudo, ainda há segredos de família e verdades dolorosas, que Cara está prestes a descobrir. Neste outubro, ela vai se apaixonar perdidamente e mergulhar fundo na origem sombria da temporada de acidentes. Por que, afinal, sua família foi amaldiçoada? E por que não conseguem se livrar desse mal? 

Uma narrativa sombria, melancólica e intensa sobre uma família que precisa lidar com seus segredos e medos antes que eles a destruam.

Então, brindemos à temporada de acidentes,/Ao rio que corre sob nossos pés, onde naufragamos nossas almas,/Aos hematomas e aos segredos, aos fantasmas no sótão,/Mais um brinde á estrada de água. - Pág 116
Primeiramente eu tenho que parabenizar a autora por colocar tantos gêneros diferentes em um livro e conseguir explora-los de forma tão sutil. Como vocês podem ler na sinopse, o livro além de ter uma pegada de suspense, tem uma grande carga de drama familiar e foi nisso que a Moira dosou certinho cada coisa, fazendo tudo combinar. 
É obvio que para ter um drama familiar ela precisou criar personagens para representar esta família e se a primeira vista não botamos fé naquele modelo de família que a Moira criou, no final não conseguimos imaginar uma família tão forte e unida como aquela. O modo como ela descreve os personagens, não nos mostrando toda a personalidade de uma vez e sim aos poucos, nos faz querer conhece mais de cada um. A Cara, a personagem principal, funciona muito bem como elo, conseguindo interligar tudo ao longo da história.
E não é só nos personagens que ela não mostra demais não, na locação aonde se passa a história isso acontece também. Aos poucos os personagens nos revelam que estão na Irlanda e lá no finzinho eles soltam que estão em Cork *-* (É a cidade onde minha irmã está fazendo intercâmbio!). 
Outro ponto crucial é o fato dos personagens acreditarem na história que a autora tenta nos contar. Há um quê de sobrenatural no livro que só lendo vocês conseguem entender e a Cara em momento nenhum duvida daquilo, muito menos os amigos delas. Esse fato faz quem está lendo acreditar mais na história que a autora nos propõe. 
"E tem romance?!" Tem romance, sim senhor! Mas não aquele drama que me deixa entediada por algumas páginas. Ah, tem muita representatividade quando a autora deixa bem claro que um romance lésbico está acontecendo. O melhor é a reação dos outros personagens que trata aquilo com tamanha normalidade, porque vamos admitir, é bem normal mesmo, o problema é a sociedade olhar com preconceito! 
O que mais me conquistou é o fato da história apresentada ser muito diferente das que me deparei em outros livros e é totalmente viciante. Em dois dias eu já tinha terminado o livro e admito que fiquei com uma ressaca que perdura até hoje! 
Aliás, Mentes Inquietas, tenho que compartilhar com vocês que estou rezando para alguém fazer uma boa adaptação cinematográfica deste livro *-*
Resumindo, o livro é um grande quebra cabeça que aos poucos vai se montado. Com muito suspense, sobrenatural, romance e amizade. É uma formula que deu certo e que junto com a escrita maravilhosa da Moira, posso falar que deu mais que certo!
Avaliação: 

Hey Mentes Inquietas!
Tudo bem com vocês?!
Eu sei que dei uma sumida mas para compensar eu vou postar bastante nos próximos dias e vou estender o Top Comentarista até o dia 9 de Setembro. 
Spoiler alert: Dia 11 de Setembro sai uma novidade maravilhosa aqui no blog! 
Mas não é sobre isso que vim falar no post de hoje. Vim compartilhar com vocês um aplicativo maravilhoso para criar o seu próprio wallpaper para celular!
Eu não sei vocês mas ultimamente eu não encontrava nenhum wallpaper legal até me deparar com o Patternator. 
Eu o baixei pela Play Store e já adorei o visual da página principal dele, além de ser super fácil de usar! 
Para criar o seu wallpaper você tem que escolher um adesivo ou pode criar um, mas isso irei ensinar logo mais. São muitas opções, no final do post deixarei algumas opções que criei para vocês!
Clicando no rostinho sorridente você encontra várias opções de adesivos e para pesquisar algum especifico é só clicar na lupa e escrever o tema do adesivo de sua preferencia. Clicando neste tipo de florzinha você pode mudar o modo como eles ficarão dispostos: lado a lado, um em cima do outro, diagonal, espelhar. Na bolinha você pode aumentar o adesivo, espaço, mudar o angulo. E na latinha de tinta você pode mudar a cor do background. Tem uns tons pastel maravilhoso *-*
Para criar o seu próprio adesivo você tem que  clicar no mais do lado esquerdo, na parte dos adesivos. Ai você procura uma foto na sua galeria e traça onde você quer o adesivo (O meu ficou bem ruim mas é só para demonstrar mesmo!). E pronto, é só escolher uma cor de fundo e está pronto o wallpaper do seu jeitinho! 
Agora, abaixo eu vou deixar alguns wallpapers que criei! 
Espero que vocês tenham gostado, Mentes Inquietas!
Se vocês já conheciam esse aplicativo e vão começar a usar, comenta aqui embaixo e compartilha comigo os wallpapers que criar!
Até o próximo post, beijokas :-*