Domingo novamente acordei tarde. Parecia que ontem foi um sonho, foi o momento mais marcante entre mim e meu irmão. Levantei parecendo um monstro de filme de terror, de novo. Já estava na hora do almoço, coloquei um vestido, chinelos e prendi meu cabelo em um rabo-de-cavalo. Sai do quarto e fui para a cozinha. Momento "família perfeita comercial de margarina". Sentei ao lado do meu irmão e almoçamos a lasanha da minha mãe. Sabia que aquele "sonho" logo iria acabar. Levantei, lavei os pratos e fui o computador, postei no ThePage.com: “Momento sonho em família logo terá fim, é melhor não me acostumar; Humor: Ansiosa". Aproveitei e mexi em outras tantas redes sociais, entrei no MSN e contei tudo para Malu até o Deus Máximo da Beleza do Thiago entrar e dizer:
Thiago_Rockn'Roll@hotmail.com: Oi, como vai vc?
Alice_CrazyBitch@hotmail.com: Oi, vou bem e vc?
Momento pula da cadeira e quase tem ataque cardíaco!
Thiago_Rockn'Roll@hotmail.com: Vou bem tbm, como vai o desenho?
Alice_CrazyBitch@hotmail.com: Vai bem, me fala alguma coisa legal para eu escrever.
Thiago_Rockn'Roll@hotmail.com: Sei lá, coloca: Eu não me canso de pensar em vc
Alice_CrazyBitch@hotmail.com: Ok :D
Na verdade eu to assim: D:
Thiago_Rockn'Roll@hotmail.com: Saindo aki, bjs :*
Alice_CrazyBitch@hotmail.com: Beijos :*
Só se for na tua boca...
Peguei uma folha em branco e comecei a desenhar uma linda menina, pena que era a Sam"anta". Escrevi o que ele me mandou e coloquei com cuidado em um envelope. Fiz os meus deveres de casa e estudei um pouco. Antes de dormir pensei em ligar para a Malu, peguei o telefone e ouvi a Mari falando com o namorado, é claro que fiquei ouvindo:
- Como assim furou?
- Furou uê...
- Tomara que nada de errado, se algo acontecer estou morta...
- Fica calma amor.
- Preciso ir, tchau!
Fiquei zonza com tantas informações de uma vez só. Meu irmão gay e agora minha irmã certinha possivelmente grávida?
Deitei-me chorando até que ouvir a campainha tocar e tive que atender, recebi um cartão postal que alguém enviou para minha mãe e resolvi ler, talvez mais alguma coisa poderia dar errado na minha vida: "Olá Letícia, estou com saudades de você! Como vai sua "missão" com seu ex marido? Tomara que você consiga algum de seus filhos de volta, assim vamos ter dinheiro sem esforço. Beijos, Carlos."
Agora estava morta. Escondi aquele postal e voltei ao meu quarto e ao meu choro. Liguei para a Malu e contei tudo. Tudo que eu sabia, pensava saber e pensava sobre aquilo. A Malu foi correndo para minha casa e abraçou forte. Ficamos assim por muito tempo então eu deitei no colo dela e chorei:
- Parece que tudo esta despencando na minha cabeça.
-Você devia falar sobre sua mãe com seu pai.
- Mas será que meu pai vai aguentar outra desilusão amorosa?
- Ele é forte, cuidou de vocês três sozinhos.
- É mesmo, mas tenho que falar com a Mari também.
- Mas fala com carinho, miga.
- Ok, valeu amiga, não sei o que seria da minha vida sem você...
- Eu sei o que seria, seria nada!
Abraçamo-nos e ela foi para a casa dela enquanto eu fui dormir ou tentar digerir as novidades. Acordei cedo, mas não queria levantar, sabia que depois da escola iria contar as verdadeiras intensões da minha mãe. Isso só acontecia comigo, só pode! Uma bomba secreta de cada familiar meu, só falta agora meu pai ser um agente do F.B.I ou da C.I.A. ou mesmo o próprio 007 e eu uma super heroína vinda de outro planeta para salvar o mundo. Levantei com um enorme peso nas costas, me olhei no espelho e percebi que não era nada, era só preocupação, medo, raiva, vontade de sumir, tudo junto. Chegando à cozinha, a cena de família perfeita se repetia, mas agora eu sabia que tudo aquilo era falso:
- Bom dia filha, vou levar e buscar vocês na escola.
- Desculpa mãe, mas depois da aula vou na casa da Malu.
- Malu?
- Maria Luísa, uma amiga.
- Ah, Ok, vamos agora, se não vamos chegar atrasados.
Arrastei-me até o carro e no caminho ouvimos uma música da Kelly Clarkson, "Because of you". Foi à música perfeita para um momento, me senti em um filme com direito a trilha sonora e tudo.

Na escola, eu e a Malu conversamos sobre o que iria ocorrer hoje à tarde. Como não encontrei o Thiago, não entreguei a "encomenda", mas vi a Sam"anta" e tendo de fazer o desenho, percebi que ela era realmente bonita. A Sam"anta" é alta, tem um corpo formado em curvas, a pele branca contrasta com seus longos e negros cabelos e todos invejavam a cor de seus olhos, como Elizabeth Taylor, a cor deles era violeta. Um verdadeiro tapa na minha cara para fazer me sentir pior.

Deixe um comentário