Bom pessoal, desculpe a ausência e a demora por postar mas é que a escola está bem difícil. Bom mas vim aqui hoje pra falar de outro assunto. Mais um livro de John Green vai ser adaptado para cinema!
Sim, agora é a vez de Cidades de Papel aparecer na telinha. Essa notícia me desanimou um pouquinho pois preferia ver Quem é você, Alasca?.
Pelo o que parece, o estúdio Fox comprou os direitos da adaptação e a equipe de A culpa é das estrelas estará de volta nessa adaptação. 
Ai você pensa: 'Essas coisas demoram, nem devem ter escolhido protagonista ainda, só vai sair essa adaptação lá em 2050'. Não é bem assim, já tem opção de protagonista sim, é o ator Nat Wolff que interpretou Isaac no longa que estreará em breve, A culpa é das estrelas. Ainda não tem data prevista para a estreia do filme mas enquanto isso lemos o livro mais algumas vezes ou pela primeira vez, para quem ainda não leu.

Resenha, contem spoiler!

Sinopse do Skoob: Em Cidades de papel, Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma. Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte. Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quanto mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.

O livro de inicio é um pouco lento, você vai acompanhando a vida do protagonista e sempre esperando mais até a entrada de Margo. Neste exato momento o livro fica viciante e você só vai querer um final assim mas novamente o autor afunda em algo lento e tenta transformar isso em um mistério, algo que no final, é revelado de um modo não tão surpreendente. O enrendo, se parece com os livros Teorema Katherine e Quem é você, Alasca?. Um menino apaixonado perdidamente, meio nerd, com um grupo de amigos pequeno e uma história legal mas não tão marcante. É uma leitura fácil e rápida, daquela que te prende e te diverte mas ao mesmo tempo te deixa querendo um pouco mais.

Avaliação: 

Deixe um comentário