Oi mentes inquietas, eu e a Tatiane, parceira e dona do blog Minha Estante, Meus Livros, nos juntamos para um projeto chamado Relatos da autora. O projeto funcionará desta forma:
  1. Postar na ultima semana do mês, na quarta-feira, o melhor relato que uma autora pudesse contar pros seus leitores. (Estou atrasada, eu sei >.<)
  2. Assinalar o post com "Relatos da Autora"
  3. Criar um marcador/espacinho no menu pra colocar os posts.
  4. E na primeira quarta-feira do outro mês, escrever o que você achou do "relato" do blog parceiro!
Então, este é o texto que escrevi, boa leitura: 
 
Já reparou como todo inicio de ano é a mesma coisa? São as mesmas promessas de mudanças. São as mesmas listas estas promessas, algumas absurdas outras que nunca serão cumpridas. Mas será que as pessoas realmente mudam? Será que quando elas mudam elas percebem e voltam naquela listinha e marca um xizinho na frente?

Quando a mudança chegou para a mim, tenho que dizer, eu fiquei bem intimidada. Mas não falo de mudança básica, mas sim radical. Ano passado, comecei um novo hábito. Um novo hobbie. Estava com um pé atrás, medo de não me sentir a vontade, mas lá fui eu como uma criança curiosa e agora não me arrependo de nada.

Sabem, arrependimento e mudança parecem coisas totalmente diferentes, mas são mais próximos do que imaginam. Quem nunca decidiu que ia mudar de visual e quando o fez, se arrependeu mais que tudo?

E por falar em visual, eu cultivava meu longo cabelo como um fazendeiro cultiva seus legumes. Cuidava muito bem dele, mas com a falta de tempo, logo ele foi meio deixado de lado. E o calor então, ele foi o que mais influenciou na mudança radical. Fui ao salão e mesmo com os olhares assustados e incrédulos, cortei meu longo cabelo na altura do ombro. Louco não?! Totalmente! Mas sabe aquela sensação de que a coisa foi realmente certa?

É, eu sempre tive medo de mudanças para falar a verdade. Sou realmente muito indecisa com as coisas, sempre tenho medo de escolher algo de diferente e não gostar. Isso vai desde o que comer à um corte de cabelo. Por isso cortar meu cabelo foi realmente uma mudança e tanto para mim! Mas quer saber?! Acho que essa é mais uma promessa de mudança que irei fazer em 2015: irei mudar mais, ousar mais!

O que acham? Que tal fazerem o mesmo?! 
Como diz o poeta Lulu Santos: ‘Vamos nos permitir!’

Espero que tenham gostado mentes inquietas, espero que tenham gostado do meu texto e não deixem de ler o relato da Tatiane

Deixe um comentário