Oi Mentes Inquietas! Tudo bem?
Hoje eu vim resenhar o filme Cidades de papel. O filme é uma adaptação do livro do John Green e eu já falei um pouco sobre ele aqui no blog, inclusive, já até resenhei este livro! 
Bom, vamos ao que interessa! 
Essa resenha pode conter spoilers! 

Ficha Técnica:
Nome: Cidades de Papel
Lançamento:9 de Julho de 2015
Diretor:Jake Schreier
Nacionalidade: EUA
Sinopse do Adoro Cinema: A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela e não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece - não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.


Eu posso dizer que foi um dos filmes mais divertidos que vi no cinema nos últimos dias. Dava para sentir aquele humor que temos nos livros do John no roteiro do filme também. As coisas no filme andaram um pouco mais rápido no que no livro mas como é de costume, nem todos os detalhes são tirados das páginas e passado para a telinha. Só senti falta da cena em que o Q. ganha o carro dos pais, acho que seria mais um gancho cômico no filme. Mas a falta da cena não faz falta ao mesmo. 
Os atores Nat Wolff e a Cara Delevingne estão de parabéns pela ótima atuação. Ambos entraram no personagem de uma forma que como leitora, vi o que imaginava ali na tela. Inicialmente duvidei da capacidade de Cara de me conquistar como Margo mas estava totalmente errada e ela se saiu super bem! 
E não só estes atores, todos se saíram super bem. Crédito para o ator Austin Abrams que foi o autor de várias cenas super engraçadas, principalmente a que ele, Q e o Radar cantam a abertura do Pokémon (Eu vi o filme dublado, não sei se a canção é a mesma no filme legendado!) 
O bônus que arrancou suspiros e gritos e merece um espacinho nesta resenha é a aparição do autor Ansel Elgort. Ele aparece quando o grupo para em um posto de gasolina para abastecer e fazer outras coisas em tempo contado. A cena é bem divertida e a participação do Ansel só deu aquele ar de dedo do John ai haha'
Avaliação:



Bom pessoal, espero que tenham gostado da resenha!
Até mais!






3 Comentários

  1. Geeennte, Estou Louca Pra ver o Filme Já Li o Livro,Acho incrível como passam a essência do John , Ainda não vi o filme mais estou Louca Para Assistir <3
    http://biaadebianca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Lídia,
    Ainda não tinha lido nenhum comentário mais profundo sobre o filme, pois estou meio receosa, rs, ainda não assisti, mas quero fazer isso em breve. Enfim, fiquei super satisfeita com o que você escreveu. Espero gostar também.
    Beijão
    Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir