Oi Mentes Inquietas! 
Tudo bem com vocês?!
Hoje o post vai ser um pouco diferente. 
Como todo mundo sabe, hoje, dia 8 de março, é considerado o dia mundial da mulher. 
Mas já parou como nossa sociedade lida com isso?!
Não vou generalizar, não é isso que quero fazer, mas quero chamar a atenção como muita gente olha para esse dia tão importante para as feministas.
Para muitos, hoje é uma data de elogiar, presentear ou até dar descontos (Sim, tem uma loja de sapato dando descontos nesta data).
Mas será que quem considera essa data só destes mimos não lembra da luta das mulheres na fábrica em 1857?
E já ouvi que sim, eram aquelas mulheres feministas de verdade e que as de hoje em dia só quer fazer alarde sem motivo! (Escutei isso de uma mulher :c)
Bom, para você que ainda não sabe ou entende direito o que é significa feminismo, esta imagem acima pode te explicar.
Caso você lute pela igualdade entre os gêneros, você sendo homem ou mulher, pode se considerar feminista. Caso ache um absurdo uma companheira ou até mesmo você ser menos reconhecida e ganhar menos em seu emprego só pelo fato dela ou você ser mulher. Você é feminista! 
Minha mãe também não sabia que era, mas ao conversarmos mais ao assunto vi ali, naquela mulher que é meu maior motivo de orgulho e minha super heroína, o lado feminista da família pelo qual puxei. Ela sempre me diz para não abaixar a cabeça para homem nenhum. E nunca abaixo. Sempre respondo as cantadas de má fé, respondo com a mesma baixaria que eles me falam. Sério! Da onde os homens tiraram que cantar mulher na rua vai agradar?! É claro que novamente não generalizo, mas eu não gosto. Odeio na verdade. E sempre quando respondo, ouço algo do tipo "ta de TPM?!" como se a culpa fosse dos meus hormônios eu não querer escultar aquelas baixarias! 
Por muitos anos não saia de casa com saias, vestidos e shorts, só pelo fato de não querer chamar a atenção dos homens. Mas mesmo saindo de vestidos longos, saias longas e calça jeans, eles ainda mexiam comigo de forma desconfortável. 
E nesse dia 8 de Março, eu só queria pedir para a mídia, os homens e mulheres não só presenteassem, mimasse ou desse desconto. Gostaria que também chamassem a atenção para os milhares de caso de feminicídio, para os milhares casos de abusos verbais, físicos e mentais contra as mulheres e para a luta das feministas que tem sim bastante motivo para ainda lutar!

Deixe um comentário