Ei Mentes Inquietas, tudo bem com vocês?!
Hoje eu vim fazer mais uma resenha!
Espero que não estejam cansados de tantas resenhas que está no blog ultimamente haha'
Mas hoje eu não vim falar de livro não!
Vim falar de um filme tão lindo *-*
Sempre bom lembrar que essa resenha pode conter spoilers!
Filme: O Quarto de Jack
Dirigido por: Lenny Abrahamson
Lançamento: 18 de Fevereiro de 2016
Gênero: Drama, Suspense
Nacionalidade: Canadá, Irlanda
Sinopse do AdoroCinemaJoy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade.
Sabe aqueles filmes que conseguem te fazer se sentir dentro do filme sem ser algo totalmente angustiante?! Sim, "O quarto de Jack" é exatamente esse filme. A história, como vocês acabaram de ler na sinopse, é bem delicada e impactante mas o diretor e a ótima atuação dos atores fez este filme ser leve. Ao mesmo tempo que Joy tenta fazer a vida de Jack suportável dentro do quarto, ela consegue transmitir a quem assisti uma outra visão daquela situação. Em momento nenhum nesta "primeira parte" do filme, eu me senti angustiada pelos dois estarem no quarto. Mas com o tempo, enquanto a Joy já pensava em planos para sair dali, conseguimos sentir o quão aquilo é massacrante para ela e assim, sem palavras, apenas com ações da mesma. 
Jack: "Estamos em outro planeta?!"Joy: "É o mesmo, só em um lugar diferente."
E o que dizer de Jack?! Um menino tão esperto, que mesmo sem entender  a grandeza do mundo já que sempre viveu naquele quarto, conseguiu salvar a mãe. Ele foi uma peça importante para ambos serem salvos e finalmente estarem livres. Em vários momentos vemos a inocência daquele garoto e como a mãe, com seu modo carinhoso, conseguiu deixar leve os dias naquele cativeiro. É claro que Jack fica muito confuso e até bravo com os planos, mas mesmo assim, ele a obedece.  
E o que dizer do momento em que eles se reencontram, já a salvo do "Velho Nick". É um momento de arrepiar cabelinhos dos braços e fazer cabra macho suar pelos olhos! 
A aprendizagem  de Jack em um novo mundo e a reaprendizagem de Joy é tão difícil. Novamente, por causa da bela atuação de Brie, conseguimos sentir toda a frustração, a confusão que ela sente por se sentir tão deslocada naquele mundo que antes era dela e lhe foi te tirando tão bruscamente e cruelmente. Enquanto Joy se afunda em uma depressão, vemos Jack descobri o mundo. Ele começa a se relacionar com outras pessoas além da mãe,  a brincar com brinquedos diferentes, a iniciar amizades. A cena que ele corta o cabelo para dar força a mãe após a tentativa de suicídio foi outra que me fez chorar. É incrível como um menino tão novo, de apenas 5 anos pode ser tão esperto e forte como o Jack. 
É um filme tão impactante e ao mesmo tempo leve. É um daqueles filmes difíceis de esquecer e com certeza acaba de entrar para a lista de um dos meus filmes favoritos! 
Avaliação: 

4 Comentários

  1. Cabra macho suar pelos olhos é ótimo. Suei mesmo lendo o livro.

    ResponderExcluir
  2. Eu estou louca para ver este filme! Tomara que eu não precise de lencinhos de papel para acompanhar...
    Eu indiquei seu blog para uma TAG: http://diarioquaseescritora.blogspot.com.br/2016/03/tag-habitos-de-leitura.html
    Bjs,

    ResponderExcluir