sexta-feira, 15 de março de 2019

Os piores filmes que eu já vi na Netflix

Foto retirada do site IMDb
Oi Mentes Inquietas!
Hoje eu vou falar um pouquinho sobre aqueles filmes que estão disponíveis na Netflix, mas que são tão ruins que você não conseguiria indicar nem para o seu pior inimigo! 
É claro que todo esse post se baseou na minha opinião e se você gostou de algum desses filmes, comentem aqui embaixo e vamos apenas respeitar a opinião do outro, certo?! 
Dude - A vida é assim
Lily, Chloe, Amelia e Rebecca são quatro amigas que depois de anos do ensino médio, precisam lidar com responsabilidades, problemas e os desafios da vida como jovens adultas(Adoro Cinema).
Eu assisti esse filme tem um tempinho já e posso não me lembrar de muita coisa, mas lembro o quão ruim foi a experiência de assisti-lo. Parece ser um daqueles filmes adolescentes que querem misturar dramas, drogas e sexo sem ter um porque. E se foi essa a intenção do diretor e do roteira, eles conseguiram muito bem!
A barraca do beijo 
Melhores amigos desde sempre, Elle e Lee têm a inventiva ideia de gerenciar uma barraca do beijo durante um evento da escola. Para fazer da proposta um sucesso, a garota tenta convencer o galã Noah, seu crush e irmão mais velho de Lee, a participar da brincadeira. Ele mostra-se irredutível, mas os dois acabam se aproximando como nunca, o que estremece a amizade de Elle e Lee (Adoro cinema).
Esse é um filme que fez muito sucesso quando estreou e a continuação já foi até confirmada, mas como eu disse neste post aqui, eu consigo enxergar coisas deveriam ser abolidas em filmes para adolescentes, como relacionamento abusivo sendo considerado fofo, amizade tóxica sendo considerada normal, hiper sexualização do corpo de uma garota, entre outros fatores. 
F*&% the Prom
Maddy e Cole eram amigos inseparáveis até que o ensino médio começou e Maddy se tornou a garota mais popular no campus. Quando ela começa a se sentir solitária e com o coração partido, ela se reconecta com Cole e a dupla conspira para destruir o último concurso de popularidade adolescente - o Baile (Filmow).
Um adendo antes de falar o que eu achei do filme, eu o assisti enquanto estava na Irlanda e lá ele estava disponível mas pelo o que parece, ele ainda não estreou no Brasil. Bom, algumas coisas me fizeram querer assistir esse filme, duas na verdade: a presença da atriz Madelaine Petsch, a minha querida Cheryl em Riverdale; E a pequena pontada de esperança que este filme seria um filme legal para passar o tempo, mas nem isto ele conseguiu ser. Eu tive de pausar e terminar de assisti-lo outro dia. O que dizer de personagens adultos que agem como crianças? E a personagem que a Madelaine interpreta, Marissa, é uma das piores personagens já invetadas para filmes deste tipo. 

Um comentário:

Translate

Visualizações Inquietas

Direitos Autorais

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.
Feito por Lídia Munt. Tecnologia do Blogger.

Mentes Inquietas